Home >> Notícias >> Rede municipal de ensino terá novo material didático para alfabetizar alunos

Rede municipal de ensino terá novo material didático para alfabetizar alunos

09/03/2018

Rede municipal de ensino terá novo material didático para alfabetizar alunos

Na próxima semana, alunos e professores do 1º ano do ensino fundamental (séries iniciais) vão receber um novo material didático que será trabalhado em sala de aula. As apostilas fazem parte do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), do Governo do Estado, firmado com o município de Itarana em 2017, trazendo novas propostas para trabalhar a língua portuguesa com as crianças que estão iniciando o processo de alfabetização.

Segundo a secretária municipal de Educação de Itarana, Marcileide Stuhr, coordenadores do Paes nos municípios e professores alfabetizadores que atuam nas turmas do 1º ano já estão recebendo capacitações para o uso do material didático para que ele possa ser bem explorado e obter os resultados esperados. Ela ainda ressaltou outras ações do Paes: em breve estará disponível para os professores um aplicativo para avaliar a proficiência de leitura dos alunos do 3º ano do Ensino Fundamental.

“Não estamos medindo esforços para que a base da vida escolar do aluno seja feita com qualidade, pois compreendemos que é a partir de uma base bem consolidada que o aluno conseguirá ter sucessos em suas etapas escolares posteriores”, disse a secretária municipal de educação, Marcileide Stuhr.

Nesta quinta-feira (08), a pedagoga da Secretaria Municipal de Educação de Itarana, Elizete Izabel Garcia, que também atua na coordenação municipal do Paes, apresentou as apostilas para diretoras e pedagogas da rede municipal, explicando as propostas e como o material deve ser utilizado pelos professores e pelos alunos. Ao todo são 5 apostilas, duas para os professores e três para os alunos. “O material é um caminho, um direcionamento, que deve ser trabalhado em conjunto com as sequências didáticas e projetos elaborados pelos professores”, explicou a pedagoga. 

Cada professor que atua no primeiro ano do ensino fundamental vai receber uma Proposta Didática para Alfabetizar Letrando- PDAL, um kit com 18 cartazes com atividades e um Caderno de Registro, que deve ser utilizado para acompanhar o desenvolvimento dos alunos. Já os alunos vão receber 3 apostilas: um Caderno de Jogos, um Livro de literatura “Parece...Mas não é” e três Cadernos de Atividades, com um exemplar para cada trimestre.

O material será do aluno, mas deverá ser trabalhado em sala de aula, podendo ser levado para casa quando todas as tarefas dos mesmos forem concluídas. Além do material impresso, os professores ainda terão acesso às músicas citadas nas apostilas, que serão enviadas em formato digital para as Escolas.

Ao todo o município de Itarana possuí 9 turmas do 1º ano do Ensino Fundamental (séries iniciais), com 88 alunos, distribuídas entre as escolas: EMEF Luiza Grimaldi, EMEIEF Fazenda Camilo Bridi, EMPEIEF Alto Santa Joana, EMPEIEF Santa Rosa, EMUEF Fazenda Bruno Jastrow, EMEIEF Baixo Sossego, EEPEF Santo Antônio do Sossego, EMUEIEF Fazenda Franz Stuhr.

Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes)

O Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes) envolve a união de esforços entre o Governo do Estado, as Prefeituras, a sociedade civil e a iniciativa privada, visando a melhoria dos indicadores educacionais dos estudantes da educação básica no Estado, envolvendo o domínio de competências como leitura, escrita e cálculo adequados à idade e ao nível de escolarização. Sua estrutura é dividia em três áreas de atuação:

Apoio à Gestão – que envolve a instituição formal do Pacto e a estrutura necessária para o seu funcionamento;

o Fortalecimento da Aprendizagem – que se relaciona à padronização de currículo e material didático no ensino fundamental, formação de professores e gestores escolares, monitoramento/avaliação da aprendizagem, estímulo e valorização da produção literária local, leitura dos estudantes e incentivos à melhoria de resultados nas redes de ensino;

Infraestrutura e Suporte – que propõe estratégias para suprir demanda por educação infantil e organização das redes visando à otimização de recursos e potencialização de resultados.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter