Home >> Notícias >> Encontro discutiu e reuniu propostas para beneficiar os pomeranos

Encontro discutiu e reuniu propostas para beneficiar os pomeranos

08/09/2014

Encontro discutiu e reuniu propostas para beneficiar os pomeranos

O 1º Encontro Regional do Povo Pomerano de Itarana e Itaguaçu, promovido pela Prefeitura Municipal de Itarana e pela Prefeitura Municipal de Itaguaçu, reuniu autoridades, pastores das Igrejas Luteranas, líderes comunitários e descendentes de pomeranos na tarde de sexta-feira (05), no auditório da Escola Municipal Luiza Grimaldi, em Itarana.

O Encontro aconteceu com a finalidade de discutir e formalizar reivindicações do povo pomerano que serão apresentadas durante o Pommer ES – Encontro do Povo Tradicional Pomerano, que acontece em Vitória, na quarta-feira (10). Os participantes foram divididos em três grupos e cada um deles apresentou propostas em áreas como: cultura, língua, educação, saúde, lazer e empreendedorismo rural.

O Professor Doutor da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Erineu Foerste, que também é pomerano, ministrou uma palestra durante o evento e destacou que no Espírito Santo existem cerca de 150 mil pomeranos e no Brasil cerca de 300 mil, a maioria vivendo nas áreas rurais. “Queremos ser ouvidos, transformando nossas falas e reivindicações em políticas públicas concretas”, disse o professor durante a palestra.

A moradora de Santa Joana, Sandreia Stuhr Traichel, 27 anos, acredita que a proposta é uma forma de dar visibilidade ao povo pomerano que, assim como outros povos tradicionais, já sofreu preconceitos sendo muitas vezes excluído da sociedade. “Me senti valorizada por saber que existem ações voltadas para o fortalecimento da minha cultura”, disse Sandreia.

Durante o encontro alguns participantes destacaram preconceitos vividos por familiares e por eles mesmos por serem pomeranos. A itaranense, Maria Eliza Klug Posmoser, 63 anos, relatou que quando era mais nova tinha vergonha de ir até a sede do município.  “As pessoas da cidade nos desprezavam e faziam piadas com a gente. Hoje em dia melhorou bastante mas ainda sofremos preconceito”, destaca Maria Eliza.

Segundo o professor Erineu Foerste, a articulação dos pomeranos tem que se dar de baixo para cima pois cada comunidade tem questões muito próprias para discutir e formalizar suas reinvindicações. “Esse movimento de discussão fortalece a visão que a gente tem de que esse povo (pomerano) é um povo tradicional, e que ele pode conquistar seus direitos inclusive juntando forças com outros povos tradicionais” disse o professor.

Marcos legais

*Decreto Federal 6.040/2007 – Reconhece o Povo Pomerano como um povo tradicional.

*Lei Estadual 9.258/2009 – Cria o dia Estadual do Imigrante Pomerano comemorado no dia 28 de junho.

*Emenda Constitucional PEC nº 11/2009 – Inclui a Língua Pomerana e a Língua Alemã como patrimônio Estadual do Espírito Santo

*Decreto 3248-R/2013 – Cria a Comissão Estadual de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais

 

Pommer ES – Encontro do Povo Tradicional Pomerano

A Prefeitura Municipal de Itarana vai oferecer transporte para quem tiver interesse em participar do Pommer ES que acontece na quarta-feira (10), na UFES, em Vitória. É necessário confirmar a presença até às 11 horas do dia 09 (terça-feira) pelos telefones: (27)3720-4907 – 99760-7021. O transporte sairá as 5 horas de Itarana.

O Evento estadual terá início às 8 horas e a última atividade será às 17 horas com a exibição de filmes sobre a cultura pomerana. (O folder do evento com a programação completa está em ANEXO).


  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter